sábado, janeiro 06, 2007

Dispensados

Coisas como esta e a do senhor padre que anda a espalhar panfletos com imagens de fetos bem se dispensavam nesta campanha.

6 Comments:

Anonymous misshyde said...

O movimento do "Não" tem o direito de lutar pelo esclarecimento das pessoas uma vez que, mesmo os argumentos do Sim serem obviamente enganosas, as pessoas ficam tão confundidas, que pensam que até pode haver legitimidade na legalização do aborto!!

5:33 da tarde, janeiro 07, 2007  
Anonymous misshyde said...

Era o que faltava, que o movimento do "Não" não pudesse fazer a sua campanha!

5:34 da tarde, janeiro 07, 2007  
Blogger Eduardo Pinto Bernardo said...

Misshyde:
era só o que faltava eu vir dizer que o Não não pode fazer a sua campanha. Agora se é elvação que se pede então que se tenha elevação. eu também detestaria ver de novo as meninas a dizer "aqui mando eu".
Agora quanto aos "argumentos do Sim serem obviamente enganosos" é uma forma pela qual você vê as coisas. eu também acho que alguns argumentos do Não também o são, e mesmo assim não me ponho a agredi-los abertamente.

6:13 da tarde, janeiro 07, 2007  
Anonymous confratis said...

Acha que as imagens dos fetos são manipuladas? Até concordo que se possa tentar enganar pessoas mostrando imagens de fetos com mais de 10 semanas, mas o epb já viu algumas vez imagens de um aborto a um feto com 9 semanas? Quer que eu lhe indique um vídeo para poder ver com os seus próprios olhos ou tem medo de mudar de opinião depois de o ver?

12:46 da manhã, janeiro 08, 2007  
Anonymous Sérgio v. said...

Confesso que votei não no ref. anterior. E tava a pensar votar sim agora.

Mas ao ver este blog
www.umnao.blogspot.com já mudei de ideias. vou votar NÃO

De facto a argumentação do SIM é muito pouco.

Visitem este site tem uma boa argumentação. É chocante!..

De qualquer das formas tou receptivo aos argumentos do sim.

6:27 da tarde, janeiro 10, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Sérgio vou fazer como você vou votar NÃO, a ideia do Sim é pouco convincente. Matar é errado, acho!

4:34 da tarde, janeiro 19, 2007  

Enviar um comentário

<< Home